Saiba mais sobre Herpes Zóster

A Herpes Zóster é uma doença cheia de misticismos na sociedade e acaba que tanto as pessoas infectadas, quanto o público em geral, sabe muito pouco sobre ela. Assim, ao ver suas manifestações na pele as pessoas podem ter vários julgamentos equivocados. Nesse artigo você vai ser capaz de saber um pouco mais sobre essa questão.

Mas o que é Herpes Zóster?

O Herpes Zóster é uma infecção que ataca a pele é causada por causas virais, causando bolhas e dor local. Diferentemente do que se pensa, ela não ataca apenas os lábios ou genital, mas trata-se de uma situação que pode acometer qualquer região do corpo.

Essa condição tem sua manifestação atrelada ao aparecimento dos sintomas nas condições de uma faixa que surge em algum ponto do corpo. Especificamente o caso de Herpes Zóster trata-se de uma manifestação reincidente do vírus da catapora, que em algum momento deixa de ser latente e volta a ficar ativo.

Não é necessário alarde quando surgem os sintomas, pois apesar de ser muito incômodo não traz risco de vida. É interessante que a pessoa se vacine contra o vírus, e caso surjam os sintomas, tratar o mais rápido possível para evitar qualquer tipo de complicação.

O vídeo a seguir trata sobre o assunto e é interessante para aqueles que desejam saber mais:

Você também pode saber mais no Protocolo como acabar com herpes da Alessandra Soares, é um e-book bem completo sobre todos tipos de herpes e ensina como tratar..

 

Por que aparece o Herpes Zóster

Apesar de sua ligação direta com pessoas que já tiveram catapora alguma vez na vida, o aparecimento do Herpes Zóster ainda não possui explicação clara. O que mais se aproxima de condições reais é que ele aparece, principalmente, em pessoas com mais de 60 anos. Logo, imagina-se que ele pode ocorrer devido a alguma condição de debilidade e enfraquecimento do sistema imunológico.

É interessante desmistificar que esse vírus não é o mesmo que causa o herpes labial e genital, mas as pessoas tendem a associar tudo da mesma forma.

O vírus pode ser passado para outra pessoa, desde que essa não esteja imunizada e tenha contato com a infecção na pele, porém, antes de manifestar essa doença, primeiro ele desenvolve a catapora.

Quem corre risco de ter Herpes Zóster?

Antes de mais nada, é importante salientar a relação entre o Herpes Zóster e a catapora, logo pessoas imunizadas ou que nunca tiveram catapora, não tem, em primeiro caso, esse tipo de infecção.

Os fatores de risco são:

  • Idade, pois quanto mais velha for a pessoa, maior a possibilidade de manifestar a infecção.
  • Doenças que atrapalham o funcionamento do sistema imune.
  • Tratamentos e medicamentos que refletem no sistema imunológico causando alguma debilidade do organismo.

Sintomas do Herpes Zóster

Essa condição, em geral, acontece em fezes, e após a primeira, traz sintomas claros a se observar:

 

  • Primeira fase (antes do aparecimento visível das infecções): dor local, ardor, formigamento, cócegas, calafrios e desconforto gastrointestinal.
  • Segunda fase (aparecimento das infecções): surgimento das erupções visíveis, comumente dolorosas, com formação de crostas.

É importante lembrar, que independentemente de qual seja o caso, se sintomas desagradáveis começam a aparecer e prejudicar a sua qualidade de vida, a busca de aconselhamento médico é a mais acertada é aconselhável.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *